top of page

IFMSA Brazil, ANMR e AEMED-BR repudiam o decreto n° 11.999/2024

A Federação Internacional das Associações dos Estudantes de Medicina do Brasil (IFMSA Brazil), a Associação Nacional de Médicos Residentes (ANMR) e a Associação dos Estudantes de Medicina do Brasil (AEMED-BR) repudiam o Decreto n° 11.999/2024 que impõe mudanças na composição da Comissão Nacional de Residência Médica, o qual exclui, pois, duas entidades médicas, sem qualquer negociação anteriormente, ampliando a participação direta de membros do Governo Federal.


Para que haja debates democráticos para o futuro das especialidades, é de grande importância que seja plural a composição do órgão. Para tanto, existem membros nomeados pelo Governo Federal, bem como membros de entidades médicas da sociedade civil organizada.


De tal modo, após essas mudanças, não será possível as entidades médicas definirem sobre as residência médicas de nosso país, sendo um grande ataque ao direito dos médicos de definirem o futuro da medicina.


Leia o ofício das entidades na íntegra a seguir.



8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page